ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Publicado em 15/11/2016 às 00:00:00 - Atualizado em 15/11/2016 ás 00:00:00

 

Maior avião do mundo atrai curiosos em São Paulo


O voo de volta para Santiago está programado para esta terça-feira, às 8h

 

Nem a véspera de feriado com Superlua no céu fez com que os apaixonados por aviação tirassem os olhos da pista do aeroporto de Cumbica, em Guarulhos. O motivo foi a passagem do maior avião do mundo pelo Brasil. O Antonov-225 levou centenas de pessoas às ruas próximas às pistas na esperança de ver o colosso voador.

 

Mesmo o dia chuvoso e as mínimas possibilidades de ver o avião não afastaram os fãs de aviação do local, que aguardavam ansiosos a chegada do avião. O administrador Vítor Hugo Silva Rodrigues, 31, saiu de São Paulo e foi até a cidade vizinha para tentar ver o avião.

 

“Eu gosto de aviação, queria ser piloto, mas como perdi um pouco da audição, deixei no sonho”, diz. “Mas se tivesse chovendo no momento vínhamos do mesmo jeito”. Ele levou ainda a ex-namorada na noite, vamos dizer, romântica.

 

“Vim mais pelo faro da coisa e acompanhar o ex-namorado”, afirma Cristiane Gomes, 30. Leandro Olim, 41, advogado, diz que é apaixonado por aviação. Ele saiu de casa com toda a família para ver o que classificou como um momento único. “Vai ser difícil ter outro. A gente espera ver pelo menos um pouquinho”, diz.

 

O avião soviético, que chegou às 23:38, passou rapidamente pela entrada do terminal 2, onde poucas pessoas tentavam enxergar a aeronave. “Valeu a pena”, diz Yasmin Jeniffer, 23, sobre os poucos segundos em que viu o colosso.

 

O AVIÃO

 

O  Antonov An-225 Mriya, maior aeronave do mundo, com capacidade para transportar 250 toneladas em longas distâncias – tem 88,4 metros de largura, 84 metros de comprimento e 18,1 metros de altura, equivalente a um edifício de seis andares. Construído entre 1984 e 1988, o avião foi inspirado em um modelo projetado para transportar o ônibus espacial soviético Buran. Com o fim da URSS, o projeto foi descontinuado.

 

A razão pela passagem é o transporte de um gerador de 150 toneladas de uma empresa de automação empresarial até Santiago do Chile – é a segunda maior carga a ser transportada na história da aviação.

 

Uma operação especial foi planejada em Guarulhos para receber o Antonov à noite e para carregar o gerador até o porão da aeronave. Ela ficará estacionada no pátio do Terminal 2, mas a operação chegará a ocupar sete posições de estacionamento.

 

O voo de volta para Santiago está programado para esta terça-feira, às 8h. Esse é o único Antonov 225 em operação no mundo. É a segunda vez que o avião vem ao Brasil. A primeira vez aconteceu em fevereiro de 2010.

 

VEJA.COM

 



Publicidade