ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Publicado em 29/11/2016 às 00:00:00 - Atualizado em 29/11/2016 ás 00:00:00

 

Está ficando chato, diz Otávio Mesquita sobre climão com Raul Gil


Rumores dão conta de que ele estaria por trás da decisão do SBT de não renovar o contrato com o apresentador

 

Otávio Mesquita foi às redes sociais desabafar sobre o climão que se instalou após a notícia de que Raul Gil está de saída do SBT. Rumores dão conta de que Mesquita estaria por trás da decisão da emissora de não renovar o contrato com o apresentador. “Pessoal, mais uma vez, pela trigésima vez, venho dizer que eu não tenho nada a ver com a saída do Raul Gil do SBT”, disse Mesquita em um vídeo publicado em seu perfil no Instagram. “Existe um comitê artístico, profissional, e obviamente o Silvio Santos. Eles decidem a programação. Quem sou eu para tirar o Raul Gil do ar?”

 

“O Raul insiste nessa história, de que eu falei… é balela. Eu não tenho essa capacidade. Eu tenho que cuidar da minha vida, do meu programa”, continuou. “Raul, por favor, pare de falar que eu fui o culpado. Eu não tenho nada a ver com isso. Está ficando chato para você e para mim também. Acaba com isso.”

 

O apresentador publicou o vídeo após a exibição de uma entrevista dele e de Raul Gil com o Pânico na Band. Durante a entrevista, Raul afirmou que puxaram o seu tapete na emissora e contou o que tinha ouvido sobre a sua demissão. “O Mesquita foi falar que eu estava chateado com o SBT, que eu não queria mais ficar lá, que eu ia para a RedeTV!. Eu soube disso, mas se é fofoca, eu não sei”, disse Raul.

 

O apresentador também afirmou que ficou chateado com a decisão do SBT. “Eu estou (apresentando programa) no sábado há trinta anos. Continuo ganhando na audiência, mas o Ibope não mostra. No Norte e no Nordeste, eu fico em primeiro lugar. No Rio de Janeiro, eu encosto na Globo para caramba. Não entendi por que eu estou saindo.”

 

Apesar de se dizer “chateado” com a situação, Raul Gil afirmou que partiu dele a proposta de continuar no ar até o Carnaval do ano que vem, apesar de seu contrato ir só até o fim de dezembro. Segundo ele disse ao Pânico, Silvio Santos teria comentado que precisaria exibir filmes durante o horário do programa até o Carnaval, quando Celso Portiolli vai assumir um programa nessa faixa.

 

VEJA.COM

 

Publicidade