ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Publicado em 04/01/2017 às 00:00:00 - Atualizado em 04/01/2017 ás 00:00:00

 

Divulgado o resultado do PSC, estudantes da rede pública estadual comemoram ingresso no ensino superior


Joelma conta que cada pessoa que passou pela sua vida, nos últimos três ano em que esteve no Ensino Médio

 

Horas de estudo e dedicação marcaram a preparação de vários estudantes da rede pública estadual de ensino que desejavam uma vaga em uma universidade pública. Com a divulgação, nesta semana, do resultado do Processo Seletivo Contínuo (PSC), da Universidade Federal do Amazonas, muitos, agora, têm motivos de sobra para comemorar.  Para o secretário de Estado da Educação e Qualidade do Ensino, professor Algemiro Lima, o sucesso dos alunos da rede pública estadual é um conjunto de ações realizadas pelo Governo do Estado para valorizar a educação. “O governador José Melo tem determinado vários investimentos para melhorar cada vez mais a educação. No ano passado tivemos um crescimento no Ideb e o governador determinou mais investimentos na educação para 2017. Temos certeza que o Amazonas está no caminho certo”, destacou.

 

Dentre os estudantes aprovados no processo seletivo está a jovem Juliane França Bandeira, 17, aluna da Escola Estadual de Tempo Integral Senador Petrônio Portella, localizada no bairro Dom Pedro, Zona Centro-Oeste de Manaus.

 

Aprovada para o curso de Ciências Contábeis, Juliane afirmou que ficou muito feliz com o resultado. “Quando vi o meu nome na lista de aprovados do PSC, não sabia nem o que pensar. Estou muito feliz com esse resultado, pois essa é uma grande oportunidade na vida”, contou a estudante.

 

Para Juliane, a aprovação no vestibular é mérito do seu esforço pessoal, sua dedicação aos estudos e também da preparação e incentivo que a escola proporcionou durante todo o ano. “A escola nos preparou durante todo o ano para o vestibular, principalmente com os ‘aulões’ de reforço. Além disso, minha dedicação aos estudos foi fundamental para essa aprovação, já que também fazia cursinho. Foi um ano intenso, saindo de casa às 6h30 e chegando às 22h, sem contar os finais de semana estudando. Todo esse esforço valeu a pena”, mencionou Juliane, relembrando sua rotina de estudo.

 

Ansiosa para o início das aulas, a jovem falou sobre as suas expectativas para o ensino superior. “Espero continuar dando orgulho para a minha família, conseguir um bom emprego e também, futuramente, poder cursar Direito”, explicou Juliane Bandeira.

 

Inspiração

 

Também aprovada no PSC para o curso de Física, Emily Mar Dorval da Silva, 16, estudante do Instituto de Educação do Amazonas (IEA), localizado no Centro de Manaus, conta que a facilidade com a área de exatas influenciou muito na sua opção de curso, além da inspiração em sua professora da disciplina.

 

“Estou muito feliz por ter sido aprovada no vestibular. Minha intenção sempre foi cursar a faculdade de Física, pois sempre tive facilidade com a área de exatas e também busquei inspiração na minha professora. Desde que entrei no IEA, notei que a escola incentivava, nos preparava para essas provas e isso foi fundamental para conseguir esse resultado”, afirmou a estudante.

 

Para Emily, que sempre foi aluna de escola pública, as expectativas para esse momento da sua vida são as melhores possíveis. “A minha expectativa é começar a trabalhar desde o início da faculdade e também cursar Engenharia e ingressar da Marinha do Brasil”, mencionou.

 

 

Sonho realizado

 

Aluna do Colégio Amazonense Dom Pedro II, também no Centro de Manaus, Joelma Moreira Belas Torres, 16, foi aprovada para o curso de Medicina, um dos mais concorridos da instituição federal. Sobre a sua aprovação Joelma afirma que teve seu sonho de infância realizado.

 

“Sempre quis fazer Medicina. Esse era o meu sonho de infância, que agora se tornou realidade. Escolhi Medicina por causa dos meus pais, que são técnicos em Enfermagem. Ao vê-los sair para trabalhar todos os dias, senti vontade de ter essa rotina também”, explicou Joelma.

 

Joelma conta que cada pessoa que passou pela sua vida, nos últimos três ano em que esteve no Ensino Médio, foi fundamental para esse resultado. “Nesses últimos anos, cada pessoa que passou pela vida, sejam professores, amigos da escola, me ajudaram de alguma forma para que conseguisse essa aprovação. Estou bastante ansiosa para começar a estudar e espero que tudo dê certo nessa longa jornada que terei para me tornar uma boa médica”, ressaltou a estudante.

 

Nos próximos dias, a Secretaria de Estado de Educação e Qualidade do Ensino (SEDUC) por meio de sua Gerência de Ensino Médio estará divulgando um balanço geral dos estudantes aprovados no Processo Seletivo Contínuo.

 

Fotos: Divulgação

Com Informação da Assessoria

 



Publicidade