ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Publicado em 11/01/2017 às 00:00:00 - Atualizado em 11/01/2017 ás 00:00:00

 

Ação conjunta resulta na prisão de homem denunciado por ameaçar de morte a ex-companheira em Urucará


José Nilson recebeu voz de prisão e foi autuado em flagrante por ameaça e violência doméstica contra mulher, além de posse ilegal de arma de fogo de uso permitido

 

A Polícia Civil do Amazonas, por meio da equipe de investigação da 45ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP), situada em Urucará, município distante 261 quilômetros em linha da reta da capital, sob o comando do delegado titular da unidade policial, Jony Cledson Leão, em ação conjunta com servidores da Polícia Militar que atuam no lugar, prendeu na tarde de segunda-feira, dia 9, por volta das 16h30, o operador de máquina pesada José Nilson Fontenele da Silva, 30, conhecido como “Pit Bull”, denunciado pela ex-companheira por ameaça, violência doméstica e posse ilegal de arma de fogo de uso permitido.  

 

De acordo com a autoridade policial, a vítima teria ido até a delegacia no último sábado, dia 7, para formalizar Boletim de Ocorrência (BO) contra José Nilson. Segundo a mulher, ela e o operador de máquina pesada mantiveram um relacionamento durante cinco anos e estavam separados desde maio de 2016. Ela relatou, ainda, que vinha sendo constantemente ameaçada de morte pelo ex-companheiro.

 

“A vítima argumentou que José Nilson queria que ela deixasse a casa onde eles moram e exigido que ela não brigasse na justiça pelo imóvel. A mulher afirmou que em setembro de 2016 “Pit Bull” teria efetuado um disparo de arma de fogo na residência, na tentativa de forçá-la a sair do local. Eles estão separados, mas a vítima continuava na casa dele, pois José trabalha em um lugar distante de Urucará e passa mais tempo lá. Quando ele voltava para casa, em Urucará, é que ocorriam as ameaças”, explicou Jony Cledson Leão.  

 

O delegado ressaltou que José Nilson, ao ser informado que a ex-companheira estava na delegacia, teria ido até a unidade policial intimidar a mulher. Em seguida a equipe policial foi até a casa onde ocorriam as ameaças, na Rua Dona Doquinha, bairro Aparecida, em Urucará, e encontrou uma arma calibre 38 e dez munições intactas.

 

“José Nilson recebeu voz de prisão e foi autuado em flagrante por ameaça e violência doméstica contra mulher, além de posse ilegal de arma de fogo de uso permitido. Na delegacia o infrator alegou que a ex-parceira teria inventado as ameaças e que comprou a arma por R$ 500 de um colega que não teria se adaptado à vida no interior”, disse Leão.  

 

Foi arbitrada fiança no valor de R$ 2,5 mil a José Nilson. Como ele não efetuou o pagamento, ao término dos procedimentos cabíveis, o infrator irá permanecer preso na carceragem da 45ª DIP, aguardando decisão da Justiça.  

 


Assessoria de Imprensa - Polícia Civil-AM



Publicidade